.

.

**

**

*

*

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Quem são os assassinos por trás dos corpos de tubarões encontrados sem fígado, estômago e testículos na África do Sul

Uma das carcaças encontradas media mais de 4 metros de comprimento (Foto: Marine Dynamics / Dyer Island Conservation Trust)
biólogos sul-africanos estão às voltas com um assassino serial. Ou melhor: dois.

Nas últimas semanas, especialistas do Dyer Island Conservation Trust, entidade com base na província de Western Cape, foram acionados quatro vezes para inspecionar carcaças de tubarões-brancos que apareceram em praias da região.

Todas apresentavam a mesma característica: tinham sido basicamente dissecadas para a remoção do fígado, com precisão quase cirúrgica - algumas tinham perdido coração, estômago e mesmo testículos.
Ataques de orca a baleias não são incomuns, mas ataques a tubarões-brancos supreenderam especialistas (Foto: Marine Dynamics / Dyer Island Conservation Trust)
O mistério aqui não é exatamente a identidade dos autores do "crime".

Afinal, os biólogos sabem que os tubarões foram atacados por orcas e este tipo incidente já foi registrado antes. Mas chamou a atenção o fato de os animais terem se aventurado contra a espécie que está no topo da cadeia alimentar em Dyer Island.

E mais: os "criminosos" em questão sequer se deram ao trabalho de deixar a cena do crime.

"Vimos uma dupla de orcas que acreditamos ser as responsáveis pelas mortes em duas ocasiões. Em ambas, os tubarões-brancos pareceram ter deixado a área", afirma Alison Towner, biólogo do Dyer Island Conservation Trust, especializado nesta espécie de tubarão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário