.

.

**

**

*

*

domingo, 25 de junho de 2017

Mãe pede na justiça o direito de namorar o próprio filho. Entenda o caso!

Situação inusitada aconteceu no Novo México, onde um casal supostamente de mãe e filho querem ter a possibilidade de se relacionarem sem revigorarem algumas leis do país que impedem a relação entre pessoas com o mesmo DNA que é considerado (Incesto).

A multa para o desacato à lei chega a ser aproximadamente 15 mil reais e o ''casal'' está tentando fazer de tudo para que possam ter uma relação aprovada pelas leis mexicanas.

O filho não foi criado pela mãe desde pequeno e certo dia marcaram um encontro para que se pudessem ver e matar a saudade, porém quando logo se encontraram o ''casal'' alega ter uma coisa chama de ''Atração Genética'', que é quando duas pessoas com o mesmo DNA que viveram separadas por anos se encontram e se apaixonam. É através dessa atração genética que eles tentam ser legalizados como um casal para ter uma vida normal sem ter de pagar multa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário