quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Polícia pede prisão de suspeitos após morte de garoto ferido em lava-jato

Adolescente morreu após 11 dias internado  (Foto: Reprodução/ TV Morena)
A Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) pediu a prisão preventiva dos dois suspeitos da morte do adolescente de 17 anos, ferido em um lava-jato de Campo Grande após ter uma mangueira colocada perto do ânus. O jato de ar causou diversas lesões e fez o garoto perder parte do intestino. O adolescente é velado nesta manhã na casa onde morava com a família e o enterro está previsto para o fim da tarde.

O pedido de prisão preventiva foi feito depois da morte do adolescente, segundo o delegado Paulo Sérgio Lauretto, responsável pelas investigações. O garoto estava internado há 11 dias na Santa Casa de Campo Grande e teve morte confirmada às 13h35 (de MS) de terça-feira (14).

Nenhum comentário:

Postar um comentário